quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Higiene e Cosméticos: a beleza em ascensão no mercado brasileiro.


Por Nielsen Brasil
Das 130 categorias de produtos, agrupadas em cinco cestas, o setor de Higiene e Beleza é a primeira em crescimento das vendas em volume em todos os formatos de loja que a Nielsen audita. Aliás, desde 1994, a cesta de Higiene e Beleza representa o segundo melhor desempenho. Mas, em 2012, a categoria superou todas as demais.
Sendo assim, o diretor de atendimento ao varejo da Nielsen Brasil, Olegário Araújo, faz um balanço do setor. E aproveita ainda para apontar caminhos e tendências que podem guiar os empreendedores de farmácia a aumentem a rentabilidade.  
Quais produtos de higiene e beleza obtiveram melhor desempenho em 2012?
Levando em conta todos os formatos de varejo, as categorias com maior crescimento em vendas foram aparelho de barbear, fralda para incontinência, desodorante, protetor solar, lenço umedecido, shampoo, creme dental, desodorante, antisséptico bucal e absorvente íntimo.
Como o canal Farma pode se diferenciar dos demais canais?
O canal Farma está alinhado com dois importantes direcionadores do comportamento de compra dos consumidores: praticidade e sofisticação. Por isso, devem seguir três atributos fundamentais que cercam as pessoas:
- Vida: a expectativa de vida dos brasileiros aumentou nos últimos anos. Em 1960, a expectativa de vida era em média de 48 anos. Em 2012 avançou para 73. Já temos no país pessoas que vivem mais de 100 anos.
- Bem-estar: com maior expectativa de vida, viver com dignidade, de forma saudável, é essencial.
- Autoestima: num passado recente, a maior parcela da população não tinha como se cuidar da devida forma. As condições financeiras atuais permitiram mudanças nesse cenário.
Esse três pontos são essenciais para as farmácias levarem em consideração suas estratégias de crescimento. Ao juntar esses três pontos, com os dois direcionadores do consumo, que são praticidade e sofisticação, as farmácias manterão o seu diferencial competitivo.
Como tem sido o comportamento dos consumidores de HPC (Higiene Pessoal e Cosmético) e como fidelizá-los?
Hoje, o consumidor é mais informado e mais exigente, com mais opções de produtos e lojas. Retê-lo exige compreender sua missão de compra, oferecer soluções e estar presente em diferentes momentos de sua vida.
O que se pode esperar do mercado de HPC em 2013?
A cesta deve continuar a crescer. O desafio será atrair, reter e aumentar o tíquete médio desse consumidor cada vez mais exigente. As vendas podem crescer, mas o objetivo será manter os consumidores comprando no canal e manter a consistência na execução das estratégias.   
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários: