REFRIGERADOR GORENJE SWAROVSKI ELEMENT.

A Center Garbin expõe em seu showroom o famoso refrigerador da Gorenje.

ASTON MARTIN CONVOCA TOM BRADY PARA NOVA COLABORAÇÃO.

O nome de Tom Brady tem sido um dos mais comentados dentro e fora de campo após vencer um dos mais emocionantes jogos do Superbowl..

HARRODS TRAZ ÁGUA LUXUOSA VINDA DE ICEBERG NORUEGUÊS.

Você gostaria de experimentar uma água pura vinda de um iceberg derretido?

LOUIS VUITTON É NOMEADA MAIS UMA VEZ A MARCA DE LUXO MAIS VALIOSA DO MUNDO.

A Louis Vuitton pelo décimo ano seguido é a marca de luxo mais valiosa do mundo.

HERMÈS CONTA A HISTÓRIA DE SEUS PERFUMES COM 8 NOVOS PERFUMES.

A Hermès lançou uma coleção de oito perfumes exclusivamente artesanal que narra toda a história de suas fragrâncias anteriores.

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Classe D e E são alavancas do crescimento no nordeste.

Por @nielsenbr
Enquanto a classe média segue como ponteiro da economia e de muitas empresas pelo Brasil, por representar 43% do consumo, no Nordeste a bússola aponta para outra direção. Diferente do cenário nacional, nesta região as classes D e E são as alavancas do crescimento, representando 64% do consumo; e a classe C somo apenas 27%.
Os dados acima fazem parte de uma análise especial apresentada no 3º Evento a Cliente Nielsen Nordeste 2012. O estudo observou também que o desenvolvimento está desviando a rota das metrópoles, que crescem 4%, e trafegando pelas pequenas cidades, que atingem 10%.
Outro fator essencial a ressaltar é que os ganchos desse crescimento foram as categorias de acesso (categorias novas e em desenvolvimento, com baixa distribuição no varejo e penetração em domicílios; como barra de cereal, bombom, vinho), de acordo com o diretor comercial da Nielsen, Mário Ruggiero, "As vendas dessa categoria são mais numerosas na região quando comparada às categorias maduras (mais desenvolvidas e disseminadas entre os consumidores, como a margarina, o sabão em pó, papel higiênico).
Entretanto, para as duas situações as classes D e E também exercem papel de destaque. Prova disso, é que 73% das categorias de acesso e 66% das categorias maduras são consumidas pelo nível socioeconômico baixo".
Ruggiero pontua ainda que esse crescimento no Nordeste pode continuar de forma lenta, mas que já é destaque se comparado ao restante do país. "Isso tudo ocorre de forma moderada, mas em ritmo superior se comparado às demais regiões e o nível socioeconômico baixo exerce papel chave neste cenário".
Para os que vão se guiar em direção desse desenvolvimento econômico regional, há pontos que ainda podem ser explorados. "O crescimento da região depende da criação de valor por inovações e da busca de um posicionamento de preço adequado", finaliza o diretor.

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Brasileiros preferem comprar de empresas adeptas a questões sustentáveis.

Por @nielsenbr
A população mundial está cada vez mais engajada em questões de sustentabilidade. Essa preocupação tem refletido também na maneira como as pessoas compram. Isso porque os consumidores estão preferindo adquirir produtos ou serviços de empresas que tenham encontrado maneiras de beneficiar a sociedade.
De acordo com a Pesquisa Global sobre Responsabilidade Social Corporativa, realizada pela Nielsen, 77% da população da América Latina prefere comprar produtos e serviços de empresas que tenham programas de responsabilidade social. E os brasileiros ficaram próximos aos latino-americanos, já que são 74% os consumidores sociais e 46% os que não se importam em pagar mais por isso.
Para o analista de mercado da Nielsen Brasil, Cláudio Czarnobai, esse crescimento se dá porque as empresas estão conhecendo mais os seus clientes e desempenhando esse papel social de modo mais efetivo. “Saber quais causas são as mais importantes para os consumidores com preocupações sociais pode ajudar as marcas a priorizarem seus investimentos de cunho social”, esclarece.
Mas quem são esses consumidores? O gráfico traz essa resposta e aponta que mais da metade da população acredita que toda empresa devia apoiar causas que atinjam toda a sociedade de forma benéfica.

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Por dentro da suíte Bentley no St. Regis Hotel em Nova York.

O St. Regis Hotel acaba de apresentar a sua nova suíte em parceria com a montadora britânica Bentley. Localizada no 15º andar, a suíte de 1.700 metros possui quarto, salas de estar e jantar amplas combinando o luxo, artesanato e estilo associado com as marcas de ambos, a suíte irá apresentar toda a experiência de estar a bordo de um Bentley e além dos serviços característicos do St. Regis a suíte ainda conta com uma Bentley Mulsanne 2013 que estará à disposição do hóspede dentro de um raio de 10 quarteirões ao redor do hotel.
Foi utilizada uma mistura de tons de creme e cores neutras que contrastam com o rico acabamento em madeira dos móveis artesanais, o design ostenta uma sobreposição única de elegância e suavidade moderna que reflete os itens sob medida de ambas as marcas. 
O piso de cerâmica preta e a parede acolchoada em corte diamante remetem ao couro e os acabamentos utilizados no carro, o espelho de prata metálica, foi inspirada por um dos projetos da roda de liga leve da Bentley e como não poderia faltar, a suíte foi finalizada com uma escultura do B voador, símbolo da montadora. 
A sala de jantar possui uma ampla parede com mídia que inclui uma televisão de LCD e um relógio Breitling que marca o tempo em Nova York, Riad, Londres e Moscou e as paredes exibem obras de artes com a herança da marca com imagens tiradas desde os tempos históricos da fundação da marca para os dias de hoje; um lustre de cristal adorna o teto, ecoando o estilo do farol da Bentley. 
A sala de estar apresenta paredes em tom marfim finalizada com uma coroa preta moldando o teto;  sofás e poltronas em couro que proporcionam conforto e relaxamento e um lustre de cristal que decora o centro da sala. 
O quarto dispõe de uma cana de trenó personalizada com madeira burled utilizada nos automóveis e complementadas por uma paleta de cores quentes como berinjela, cinza quente e marfim. A suíte está disponível a partir desde mês à US$ 9.500,00 por noite e mais impostos.
O hotel ainda vai disponibilizar aos seus hóspedes, moradores e clientes exclusivos experiências como programas de condução, eventos especiais e iniciativas da marca em todo mundo como parte da parceria global do St. Regis com a Bentley. 
http://www.bentleymedia.com

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Surge o primeiro case luxuoso para o iPhone 5.

O novo iPhone 5 mal foi lançado e já surge a primeira opção luxuosa de case para ele. E desta vez quem passou na frente foi a Natural Sapphire de Nova York que introduziu o seu case incrustado de pedras preciosas.
O case é todo trabalhado em ouro branco 18 quilates, incrustado com 2830 safiras azuis Ceilão que totalizou 169,8 quilates. O logotipo da Apple é definido com 38 rubis totalizando 2,28 quilates e foi finalizado com uma safira verde na folha da maça. Vendido por US$ 100.000, a empresa ainda oferece opções personalizáveis.

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

A sofisticação do consumo no Brasil

Por @nielsenbr

Virou notícia frequente ouvir que o Brasil está crescendo. A melhoria na distribuição de renda, maior participação da mulher no mercado de trabalho e a inserção do país no cenário mundial (destaque junto ao BRIC), favoreceu positivamente a construção da reputação brasileira. Consequentemente, esses fatores impactaram de forma positiva também o cenário do varejo no país.
Nesse cenário, a Nielsen classificou quatro fatores que estão impulsionando o comércio no país: saudabilidade, praticidade, indulgência e sofisticação. Mas um deles, em especial, mexou mais com os hábitos de compra do brasileiro:  a sofisticação. Esse vetor foi identificado porque houve migração nas vendas, onde as categorias mais básicas foram trocadas pelas mais valorizadas. Comparando o ano de 2011 contra 2010, o grupo de itens mais sofisticados cresceu 13% em valor contra um crescimento médio de 8,3% do total de categorias. 
Os segmentos de maior valor vêm se destacando em praticamente todas as categorias de produtos. “Não se trata de dizer que o brasileiro está migrando para segmentos premium, ou seja, comprando mais produtos de maior valor e de maior qualidade”, pondera o analista de mercado da Nielsen, Claudio Czarnobai. Segundo ele, o consumidor brasileiro está buscando itens com maior valor agregado e não necessariamente as marcas mais caras. “Obviamente, essa busca por qualidade gera, por consequência, a alta no desempenho das marcas premium. Mas não podemos confundir com busca por marcas mais caras, porque o brasileiro aprendeu também a identificar o que tem valor agregado. Prova disso são os demais vetores: saudabilidade e praticidade, por exemplo.”
 De acordo com o analista, a sofisticação envolve a busca por maior qualidade, menor impacto ambiental, boas práticas na fabricação, tecnologia de ponta, rotulagem com informação adequada, selos de origem e de qualidade, valorização da marca, entre outros fatores. “Com maior disponibilidade de renda e maior acesso das classes médias e baixas, notamos com clareza a migração do tipo de produto consumido”, comenta.

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Absolut Unique

A Absolut Unique é um excitante projeto que apresenta a garrafa em sua forma mais vibrante, com quatro milhões de garrafas com design único e numeradas individualmente. Coloridas e vibrantes, elas serão distribuídas em todo o mundo. “Cada garrafa se tornou uma obra de arte”, diz Adão Boita, Gerente de Marketing da Pernod Ricard Portugal. A Absolut é famosa por ser inovadora, particularmente nos domínios da arte e design e a Unique continua a empurrar os limites da criatividade. 
Para esta edição, a Absolut teve de remodelar todo o processo produtivo, foi necessária uma interação complexa de elementos humanos e mecânicos que foram cuidadosamente orquestradas aleatoriamente para obter o resultado final desejado e garantir que não exista nenhuma garrafa igual. Trinta e cinco cores diferentes foram utilizadas e 51 tipos de padrões foram aplicados, atingindo um olhar marcante com contrastes das cores com o branco da etiqueta que apresenta o número de cada garrafa.
“Absolut Unique é um conceito ousado, mesmo para uma empresa tão apaixonada pela criatividade como Absolut”. “Qualquer um pode fazer um ou dois produtos exclusivos. Estamos fazendo perto de quatro milhões”, diz Jonas Tahlin, Vice Presidente de Marketing Global da The Absolut Company.
O resultado foi ainda melhor do que o previsto. “A Absolut Unique se sente um pouco como cientista louco, um pouco de arte de rua”. “Quando as garrafas apareceram pela primeira vez na correia transportadora, todos aplaudiram, neste ponto, a linha de produção mais parecia um estúdio de um artista do que uma fábrica de garrafas. As garrafas ficaram realmente impressionantes, todo mundo vai encontrar a sua favorita”. “Nós amamos o conceito e fazer acontecer foi a parte mais difícil, ao longo do caminho duvidamos que isso poderia ser possível. Bem, adivinhem? É”; completa Tahlin.
Para maiores informações acesse: www.absolut.com
Créditos: Emily Lemos

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Absolut Rio

Saiu a nova edição limitada da Absolut e desta vez é o Rio de Janeiro, a cidade maravilhosa que estampa a garrafa. E para capturar a essência, nada melhor do que o estilista da Osklen, Oskar Metsavaht que produziu um desenho com as principais características da cidade, começando pelo calçadão da praia de Ipanema, coqueiros e finalizando com o Pão de Açúcar ao fundo. 
A nova edição tem sabores de frutas tropicais como: manga, maracujá e laranja.
Créditos: Emily Lemos

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Cervejas belgas do Grupo Duvel Moortgart chegam ao Brasil via Interfood.

Importadora firma-se na divisão de cervejas especiais, com mais de seis marcas em seu portfólio.
Com mais de 25 anos no mercado, a Interfood passa a trazer agora com exclusividade ao país as cervejas belgas especiais do Grupo Duvel-Moortgart. A chegada das marcas no portfólio firmam a importadora na categoria de cervejas premium, inaugurada este ano e que já conta com 21 rótulos. Dirigida pela quarta geração da família Moortgart, a cervejaria fundada em 1871 na cidade de Breendonk, Bélgica, foi pioneira na criação das cervejas tipo Belgian Specialty Ale. Hoje a empresa é responsável por seis diferente cervejarias: Duvel-Moortgart, a De Koninck, La Chouffe, Liefmans, Maredsous e Vedett.
Curiosamente, a cerveja Duvel foi introduzida na Bélgica pelas tropas aliadas inglesas durante a Primeira Guerra Mundial, quando era chamada de "Victory Ale", ou "a Ale da vitória". Em 1923, no entanto, um nobre belga chamado Van De Wouwe, ao sentir o aroma da bebida, disse: Isto é um verdadeiro diabo!". Desde então, a cerveja ficou conhecida como Duvel - "diabo" em belga.
Antes comercializados de forma independente no Brasil, os rótulos agora terão uma gestão de importação e distribuição comandada pela Interfood, que comercializará nos próximos quatro meses a mesma quantidade comercializada durante todo o ano de 2011. Parte da administração inclui também criar ações de marketing para divulgar a cultura das cervejas belgas entre os brasileiros.
Veja abaixo os novos rótulos do Grupo Duvel-Moortgart que chegam ao Brasil via Interfood:

Duvel
Duvel tradicional
Características: amarelo-clara, levemente turva e com espuma branca, possui um sabor adocicado, seco e delicadamente frutado.
Tipo: Belgian Golden Ale
Teor alcoólico: 8,5%
Embalagens: 330ml (R$ 12,09) e 750ml (R$ 28,85)
Dicas de consumo: A Duvel é uma cerveja que combina o frescor de uma pilsner com a riqueza e complexidade de uma cerveja especial.
Sugestão de harmonização: aperitivos no geral, mexilhões, peixes fritos e queijos de alta maturação.

De Koninck
Fundada em 1833 na Antuérpia, a cervejaria inventou o copo "bolleke", modelo usado até hoje por várias cervejarias (uma espécie de taça robusta). Naquela localidade, pedir um bolleke é sinônimo de tomar uma De Konninck. Fazem parte da marca os rótulos:
De Koninck tradicional
Características: âmbar, levemente turva, esta variedade é feita com lúpulo "Saaz-Saaz" (orgânico, vindo da República Tcheca).
Tipo: Belgian Specialty Ale
Teor alcoólico: 5,2%
Embalagens: 330ml (R$ 10,06)
Dicas de consumo: Sirva entre 4 a 6ºC e deixe formar uma boa espuma.
Sugestão de harmonização: aperitivos, queijos leves, canapés em geral e pratos leves a base de aves.


De Koninck Triple D'Anvers
Características: coloração amarela intensa, com aroma intenso e notas de malte, frutas, caramelo e especiarias.
Tipo: Belgian Triple
Teor alcoólico: 8%
Embalagens: 330ml (R$ 12,45)
Dicas de consumo: Armazenar a garrafa de pé e ao servir (sempre delicadamente) deixar 1cm de cerveja no fundo da garrafa. Lá existem restos de levedura que podem amargar a cerveja (experimente este resto em uma taça separadamente). Servir entre 8 a 10ºC.
Sugestão de harmonização: aperitivos, queijos leves,codorna, massas com molho branco, sobremesas a base de frutas e cheesecake com calda de laranja.

La Chouffe
Fundada em 1982 em um pequeno vilarejo belga chamado Achouffe, a Brasserie d'Achouffe inspirou seu rótulo nas lendas de duendes que, segundo a cultura local, povoam a região de Ardennes. Fazem parte da marca os rótulos:
La Chouffe
Características: dourada, levemente turva e refrescante, possui notas cítricas, florais e um toque de banana. Após a primeira fermentação, ela é engarrafada e passa por uma segunda fermentação dentro da própria garrafa.
Tipo: Belgian Specialty Ale
Teor alcoólico: 8%
Embalagens: 330ml (R$ 13,17) e 750ml (R$ 26,93)
Dicas de consumo: Armazenar a garrafa de pé e ao servir (sempre delicadamente) deixar 1cm de cerveja no fundo da garrafa. Lá existem restos de levedura que podem amargar a cerveja (experimente este resto em uma taça separadamente). Servir entre 8 a 10ºC.
Sugestão de harmonização: aperitivos, massas simples com molho branco, pizzas em geral e pratos vegetarianos.


Mc Chouffe

Características: marrom, escura e turva, é encorpada, possui um aroma intenso de frutas e é levemente maltada. Após a primeira fermentação, ela é engarrafada e passa por uma segunda fermentação dentro da própria garrafa.
Tipo: Belgian Specialty Ale
Teor alcoólico: 8%
Embalagens: 330ml (R$ 13,17) e 750ml (R$ 28,80)
Dicas de consumo: Armazenar a garrafa de pé e ao servir (sempre delicadamente) deixar 1cm de cerveja no fundo da garrafa. Lá existem restos de levedura que podem amargar a cerveja (experimente este resto em uma taça separadamente). Servir entre 8 a 10ºC.
Sugestão de harmonização: Mousse de chocolate, torta de nozes e frutas secas.


Houblon Chouffe

Características: clara, foi inspirada nas cervejas inglesas, com grande quantidade de lúpulo. A Houblon é uma combinação de uma Belgian Triple (intensa, frutada e complexa) com uma Indian Pale Ale (extremamente amarga)
Tipo: Belgian Specialty Ale (Indian Pale Ale)
Teor alcoólico: 9%
Embalagens: 330ml (R$ 14,88) e 750ml (R$ 32,35)
Dicas de consumo: Armazenar a garrafa de pé e ao servir (sempre delicadamente) deixar 1cm de cerveja no fundo da garrafa. Lá existem restos de levedura que podem amargar a cerveja (experimente este resto em uma taça separadamente). Servir entre 8 a 10ºC.
Sugestão de harmonização: aperitivos, peixes fritos, culinária indiana e Moqueca.

Liefmans
Fundada em 1679 à beira do rio Schelde, em Oudenaarde, a cervejaria era comandada por Rosa Merckx, a primeira mulher a atuar como mestre cervejeira na Bélgica. Uma das peculiaridades da marca é o costume de beber uma Liefman "on the rocks" (com gelo), tornando a bebida extremamente diferente e refrescante. Fazem parte da marca os rótulos:

Liefmans Fruitesse

Características: de cor cereja clara, é fermentada com sucos de morango, framboesa, mirtilo e sabugueiro. Além disso, passa 18 meses em baixas temperatura, maturando em contato com cerejas. Por isso, é considerada uma cerveja refrescante e com acidez agradável.
Tipo: Belgian Fruit Beer
Teor alcoólico: 4,2%
Embalagens: 250ml (R$ 9,73)
Dicas de consumo: pode ser consumida com pedras de gelo
Sugestão de harmonização: aperitivos, sobremesas leves a base de frutas (especialmente as vermelhas) e cheesecake.

Liefmans Cuvée - Brut.
Características: escura e vermelha, este tipo chega a passar três anos maturando com cerejas frescas. O resultado é uma bebida com aroma elegante, notas amendoadas e equilíbrio entre doçura e amargor.
Tipo: Sour Ale (Old Brown)
Teor alcoólico: 6%
Embalagens: 375ml (R$ 20,12) E 750ml (R$ 31,70)
Dicas de consumo: aprecie como se fosse um vinho.
Sugestão de harmonização: aperitivos, sobremesas leves a base de frutas (especialmente as vermelhas) e cheesecake.

Maredsous
Fundada em 1872, em Denée, sua produção passou a ser feita em Breendonk a partir de 1960. Seu processo de fermentação único, realizado dentro da própria garrafa, foi desenvolvido pelos monges belgas, que hoje abrem as portas de sua fábrica para cerca de 450 mil turistas por ano. Fazem parte da marca os rótulos:

Maredsous Brune
Características: levemente turva, possui toques frutados e delicado amargor, além de ser levemente maltada.
Tipo: Belgian Blonde Ale
Teor alcoólico: 6%
Embalagens: 330ml (R$ 10,15) e 750ml (R$ 25,00)
Dicas de consumo:Armazenar a garrafa de pé e ao servir (sempre delicadamente) deixar 1cm de cerveja no fundo da garrafa. Lá existem restos de levedura que podem amargar a cerveja (experimente este resto em uma taça separadamente). Servir entre 8 a 10ºC.
Sugestão de harmonização: queijos leves e médios, carnes brancas em geral, pizza de mussarela, massas ao molho branco.

Maredsous Brune
Características: de cor âmbar avermelhada, a bebida com aroma de frutas e toques de caramelo e chocolate era feita exclusivamente para o natal.
Tipo: Belgian Abbey Ale - Dubbel.
Teor alcoólico: 6%
Embalagens: 330ml (R$ 11,09) e 750ml (R$ 27,35)
Dicas de consumo:Armazenar a garrafa de pé e ao servir (sempre delicadamente) deixar 1cm de cerveja no fundo da garrafa. Lá existem restos de levedura que podem amargar a cerveja (experimente este resto em uma taça separadamente). Servir entre 8 a 10ºC.
Sugestão de harmonização: mouse de chocolate, torta de nozes e frutas secas.

Maredsous Triple
Características: em tom âmbar, possui aromas frutados complexos (com toques de ameixa e uva passa), além de toques de caramelo e amêndoas em média intensidade. Após a primeira fermentação, ela é engarrafada e passa por uma segunda fermentação dentro da garrafa.
Tipo: Belgian Abbey Ale - Tripel.
Teor alcoólico: 10%
Embalagens: 330ml (R$ 12,25) e 750ml (R$ 29,87)
Dicas de consumo:Armazenar a garrafa de pé e ao servir (sempre delicadamente) deixar 1cm de cerveja no fundo da garrafa. Lá existem restos de levedura que podem amargar a cerveja (experimente este resto em uma taça separadamente). Servir entre 8 a 10ºC.

Vedett Extra White

Despojada, leve e extremamente refrescante, é uma cerveja considerada leve.

Características: clara, é fermentada com casca de laranja seca e tem aromas de limão siciliano. Após a primeira fermentação, ela é engarrafada e passa por uma segunda fermentação dentro da garrafa.
Tipo: Belgian Witbier
Teor alcoólico: 4,7%
Embalagens: 330ml (R$ 10,21)
Dicas de consumo: Este rótulo é bastante refrescante. Experimente uma Vedett na praia, bem gelada e se preferir coloque no copo uma rodela de limão siciliano.
Sugestão de harmonização: aperitivos, sushi e sashimi, saladas em geral, peixes magros grelhados e ostras frescas.
Sobre a Interfood Importação.
Fundada em 1985 em São Paulo, a empresa importa e distribui para todo o Brasil, 50 marcas de vinhos, 12 marcas de destilados e 12 empresas do setor de alimentos vindos de países da América do Sul, América do Norte, Europa e África. Importadora exclusiva das cervejas especiais belgas do Grupo Duvel-Moortgart desde 2012, a empresa também possui em sua carta de cervejas as alemãs Benediktiner e Bitburger, as espanholas Hijos de Casimiro Mahou e Alhambra e a inglesa Well & Young's. Com sede em São Paulo, a importadora possui dois grandes depósitos em locais estratégicos:um na própria cidade e outro no Espírito Santo.
Créditos: Lara Giannotti - KRP Relações Públicas.

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Brasileiros são os que mais compram pela web.

Por @nielsenbr
O consumidor brasileiro está buscando mais praticidade na hora das compras, seja na escolha do produto ou onde comprar. Sendo assim, a internet tem se tornado uma recorrente ferramenta de pesquisa para comparar preços, buscar informações e promoções, além de  proporcionar comodidade para quem quer adquirir mercadorias em apenas alguns cliques.

Um recente estudo global realizado pela Nielsen aponta que o Brasil está à frente da América Latina em compras online. Enquanto a média latino-americana é de 42%, no Brasil 55% da população usa a internet para ter comodidade na aquisição de novos produtos.
A tendência é que essa prática cresça, já que a mesma pesquisa revela que 15% de 500 entrevistados têm a intenção de comprar alimentos ou bebidas pela internet nos próximos seis meses. Segundo a gerente de atendimento da Nielsen Brasil, Lenita Mattar, esse fator se deve ao crescimento da Classe C, pois quanto melhor a condição financeira do cidadão pertencente a esta classe social, mais acesso a tecnologias – e a internet – ele terá. “À medida que a classe média crescer, o comércio virtual também deve se desenvolver no país”, argumenta.
Essa tendência se comprova com base nos números de pessoas conectadas à internet no Brasil. “Há 82 milhões de internautas no país, 5% a mais do que em 2011, e o número de consumidores que fazem compras pela internet cresceu 20%”. 

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Refresque-se com a Acqua Armani.

Após um longo tempo envolvido com o projeto Acqua for life, Giorgio Armani decidiu lançar um projeto em parceria com a Solé que leva o seu nome. 
A Acqua Armani nasce na Fonte Solé no sopé dos Alpes Italianos e sua aparência leve se destaca pelo design limpo da garrafa. Um pacote com 12 garrafas de 750ml é vendido por 75,50 €. Sem dúvida, uma escolha refinada para se refrescar.

LVMH e Hermès travam nova batalha.

A LVMH acaba de chamar a Hermès Internacional para uma nova batalha que promete estremecer o mercado. Em outubro de 2010, o conglomerado de luxo de Bernard Arnault com um toque de mestre comprou 14,2% do capital social de uma das suas principais concorrentes, a Hermès Internacional que engoliu a seco a aquisição. 
Porém, agora a briga esquentou, pois a LVMH comprou mais 7,8% do capital, somando agora 22% do total da empresa e ocasionou uma preocupação óbvia pelo pessoal da Hermès que reclamou, alegando práticas de manipulação de preços, conluio e insider trading por parte do conglomerado.
(Conluio: ajuste para economia fiscal ilícita, ou seja, ajustes para a prática de evitar pagamentos de alguns tipos de tributos)  
(Insider Trading: o uso de informações privilegiadas para obter vantagem e lucro a partir do conhecimento prévio exclusivo informações relevantes)
Por sua vez, a LVMH rebateu, ameaçando a Hermès Internacional com uma contra-reivindicação alegando chantagem, difamação e concorrência desleal, pois a Hermès criou uma nova holding para controlar 52% de suas ações para segurar e evitar uma ameaça take-over por parte da LVMH. É bom Bernard Arnault se preparar, pois esta batalha esta longe de acabar.

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Lanvin cria macaroons para a Ladurée.

Após John Galliano, Christian Lacroix, Sonia Rykiel, Chantal Thomass, Christian Louboutin e outros colaborarem com a Ladurée; chegou a vez de Alber Elbaz (diretor artístico da Lanvin) em colaborar com a pâtisserie francesa.
A caixa coberta com desenhos lúdicos de mulheres vem com oito macaroons rosa chiclete - um novo sabor criado pela Lanvin com a ajuda do chef da Ladurée Vincent Lemains e foi finalizada por uma fita de gorgorão vermelha.
A edição será lançada na França no dia 25 de setembro, em tempo para o Paris Fashion Week e na Inglaterra, Estados Unidos e Japão no dia 28 de setembro.
← Postagens mais recentes Postagens mais antigas → Página inicial