sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Boca a boca é mais confiável.

Por @nielsenbr
Hoje em dia é comum pedir a opinião de pessoas antes de comprarmos um produto novo, para ter um parâmetro e decidir se será uma boa compra ou não. Nesse caso, quem você procura primeiro?
Um estudo sobre Confiança em Publicidade, realizado pela Nielsen, apurou que 92% da população global prefere acreditar nas recomendações dos amigos. O fato de já conhecer as pessoas que estão recomendando algum produto ou serviço colabora para que o boca a boca seja meio de indicação mais confiável.
Além disso, o boom das redes sociais facilitou a divulgação da experiência do consumidor. O importante é levar em conta o que é dito pelos próprios amigos para evitar aborrecimentos. Afinal, quem vê críticas sobre algum produto ou serviço na internet e ainda assim o adquire?
A possibilidade de poder acompanhar em tempo real o que os amigos dizem nas redes sociais fortalece a divulgação boca a boca. "As redes sociais se tornaram uma ferramenta muito forte e eficiente", afirma Thiago Moreira, diretor da Telecom da Nielsen Brasil.
Não é a toa que as marcas estão cada vez mais preocupadas com o que é dito sobre elas na internet. Atualmente, com as mídias sociais, as empresas estão expostas e quem tem o controle são os consumidores. "Quanto mais atenção for dada nesses meios, melhor para a imagem da marca, pois irá minimizar qualquer tipo de aborrecimento para a empresa e para o consumidor", aconselha Moreira.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários: