sexta-feira, 15 de junho de 2012

Dá pra lucrar com esportes?

Por Nielsen Brasil.

Os eventos esportivos mundiais estão chegando! Apesar de ainda faltarem dois anos para a Copa do Mundo que acontecerá no Brasil, já é tempo de começar a pensar em como lucrar com essas oportunidades.
O primeiro passo é conhecer profundamente o mercado de esportes. A estratégia pode aparecer simples, mais o resultado será positivo - nós garantimos! De acordo com análises realizadas pela Nielsen Brasil, em épocas de eventos esportivos, comparado a anos anteriores, os fabricantes que tinham vasto conhecimento sobre seu consumidor e sobre o mercado esportivo foram os que mais venderam.
"Quem se prepara com antecedência para o evento se destaca por ter informações que chamam a atenção do seus público", conta Sérgio Pupo Filho, gerente da Nielsen Sports. Além do conhecimento, também saiu na frente quem tinha planejamento e velocidade na execução das ações.
Uma dica válida para as Olimpíadas de 2016 é explorar diversos esportes nos produtos. "Para cada modalidade estão atrelados valores diferentes, para públicos diferentes", comenta. Portanto, a marca deve saber qual perfil de consumidor quer atingir para descobrir em quais esportes deve focar sua tática.
Variar o investimento aumenta as chances de atingir mais pessoas. Segundo o gerente, a vantagem de diversificar a abordagem é a diminuição do risco de falha, diferente de quem aposta em apenas uma modalidade.
Agora, uma curiosidade: um estudo realizado pela Nielsen em 2010, em 55 países, descobriu que na época da última Copa do Mundo, o Brasil era o preferido para levar o título. Confira:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários: