terça-feira, 31 de maio de 2011

BMW Série 6 Conversível, de malas prontas para o Brasil.

O BMW Série 6 Conversível já está de malas prontas para desembarcar por aqui em junho, juntamente com o BMW Jazz Festival que será realizado nos dias 10 e 12 de junho no Auditório do Ibirapuera em São Paulo e nos dias 13 e 14 no Teatro Oi Casa Grande no Rio de Janeiro. Quem for conferir o festival poderá ver em primeira mão o conversível que terá o seu marketing integrado ao festival patrocinado pela marca.

O BMW Série 6 Conversível chega com duas opções: o 640i com motor seis cilindros em linha de 320 cavalos que atinge de 0-100 em 5,7 segundos e o 650i com motor V8 de 407 cavalos que faz de 0-100 em 5 segundos. O motorista ainda pode regular a sua suspensão para normal, Sport e Sport+ que proporciona uma melhor dirigibilidade ao modelo. As duas opções podem chegar a 250 km/h que são controlados eletronicamente.

O seu design musculoso deixa o conversível com cara de predador que é ajudado pela frente "nariz de tubarão" que conversa harmoniosamente com as largas entradas de ar e o seu capô elétrico em estilo "barbatana" divididos em várias camadas, melhorando as propriedades acústicas e a rigidez estrutural e oferecendo um ótimo isolamento térmico, permitindo que o modelo rode com conforte durante todo o ano.

O automóvel comporta 4 pessoas confortavelmente em assentos individualizados que podem ser feitos sob medida, o inteior em estilo cockpit proporciona ao motorista um maior conforto ao usufruir de toda a tecnologia empregada ao modelo. No painel central, contém o sistema iDrive de Controle de Exibição, as saídas de ar centrais e os controles para o sistema de áudio e ar condicionado que são ligeiramente inclinados para o motorista. O automóvel conta com câmera traseira, Surround View, BMW Park Assistant, BMW Night Vision (que reconhece o pedestre próximos ao veiculo) e o Head-Up (um display que mostra a velocidade no pára-brisa do veiculo).

No mercado americano este modelo já pode ser encontrado por US$ 92 mil. No Brasil se levar em consideração as altas taxas de importação e impostos, podemos esperar que ele chegue custando de 3 a 4 vezes mais do que nos Estados Unidos.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários: