REFRIGERADOR GORENJE SWAROVSKI ELEMENT.

A Center Garbin expõe em seu showroom o famoso refrigerador da Gorenje.

ASTON MARTIN CONVOCA TOM BRADY PARA NOVA COLABORAÇÃO.

O nome de Tom Brady tem sido um dos mais comentados dentro e fora de campo após vencer um dos mais emocionantes jogos do Superbowl..

HARRODS TRAZ ÁGUA LUXUOSA VINDA DE ICEBERG NORUEGUÊS.

Você gostaria de experimentar uma água pura vinda de um iceberg derretido?

LOUIS VUITTON É NOMEADA MAIS UMA VEZ A MARCA DE LUXO MAIS VALIOSA DO MUNDO.

A Louis Vuitton pelo décimo ano seguido é a marca de luxo mais valiosa do mundo.

HERMÈS CONTA A HISTÓRIA DE SEUS PERFUMES COM 8 NOVOS PERFUMES.

A Hermès lançou uma coleção de oito perfumes exclusivamente artesanal que narra toda a história de suas fragrâncias anteriores.

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Aurumania. A bicicleta mais cara do mundo

Encontrar pelas ciclovias europeias famílias inteiras bem equipadas a bordo de suas bicicletas, tem se tornado cada vez mais comum. Não é dificil presenciar italianos, holandeses, alemães, franceses e espanhóis utilizando a bike como verdadeiro meio de transporte para chegar ao trabalho ou à universidade e a questão cultural exerce grande relevância para conquistar um público cada vez maior.
O movimento começou em 2007, quando a Prefeitura de Paris passou a disponibilizar para locação da população cerca de 20 mil bicicletas com design exclusivo, espalhadas em 1.500 pontos da capital francesa e faz parte da politica dos transportes alternativos.
Devido ao grande impacto deste movimento, grandes marcas começaram a criar modelos ultra exclusivos para o mercado de luxo.
Emporio Armani, Chanel e Fendi são algumas das grifes que se lançaram neste mercado, porém uma marca merece destaque.
A Aurumania é uma empresa de design sueca que lançou uma bicicleta feita a mão, banhada em ouro 24 quilates, adornada com 600 cristais swarovski e assentos em couro.

Esta é a Crystal Gold Edition, além de ser procurada pelo estilo e tecnologia, ela também é procurada por ser a mais cara do mundo.
Para ter esta beleza em casa, você deverá desembolsar cerca de 80 mil euros, algo entre R$ 196.000.
Ao todo são 10 modelos da edição limitada e uma já esta andando por Londres, local onde a primeira bicicleta foi entregue em uma embalagem de luxo.
Adquirindo sua bike, a empresa garante que lhe entregará pessoalmente em qualquer lugar do planeta, por pessoas vestidas como se fossem para um coquetel e com luvas brancas, para não marcar a embalagem do produto.
 Esta peça de design impecavel e estilo sofisticado, pode facilmente ser considerada uma obra de arte e até ser colocada como um adereço em sua sala de estar, como mostra a foto acima.
É muito provavel que muita gente não teria coragem de andar com esta bicicleta por aqui, então para matar a curiosidade, veja o video demonstrativo deste produto que tem o luxo e sofisticação gravados em sua identidade.

http://www.youtube.com/watch?v=2ALSkzmx5ko

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

O Novo Luxo

Para falar sobre o Novo Luxo, temos que pensar no luxo em sua interdisciplinaridade, refletindo sobre as novas situações comunicativas e as estrategias utilizadas no cenario contemporâneo, seus desdobramentos em relação ao mercado de consumo e as novas formas de construir o sentido do produto luxouso. 
Algumas empresas posicionam ofertas em patamares mais baixo do mercado de prestigio, oferecendo a proposta de suas marcas top de linha, com níveis de preços mais moderados; outras expandem suas marcas de prestigio para novas categorias de produtos, tentando manter os valores emocionais centrais. Estes movimentos representam oportunidades estratégicas, tanto para produtos do Novo Luxo, como para do luxo tradicional, sendo uma evolução natural dos conceitos mais requintados, migrando das classes altas para as mais baixas.
O Novo Luxo é divido em quatro seções. A primeira trata justamento da questão do marketing e da construção da imagem do produto de luxo, das marcas e dos problemas ligados à questão na era do acesso.
A segunda seção pode ser caracterizada pelo consumo de luxo em sua materialidade, nas suas mutantes estrategias que mantem o imaginario tradicional com apelo, visando a singularidade. Explorando o refinamento tecnologico e também a criatividade na produção dos objetos.
A terceira seção é o processo de subjetivação e dinâmica entre razão e emoção, entre o controle e o desejo, a questão da interiorização do luxo como estilo.
A quarta e ultima seção traz o processo de produção, a confrontação do mercado e do luxo em que a gestão aparenta a sua complexidade e abrangência.
O conceito tambem apresenta uma entrega consistente de qualidade premium em todos os produtos, sejam eles caros ou mais acessiveis; obtêm reconhecimento imediato pelo consumidor final atraves do estilo ou design, tudo isso graças as ações de marketing que garantem, através da distribuição seletiva e do preço, um posicionamento de mercado que garantem o apelo emocional e a excelência do produto entregue.
O Novo Luxo ainda é um assunto muito a ser discutido, seria imprescindível uma redefinição de seus conceitos, valores e mercados devido a sua complexidade na sociedade contemporânea, ampliando suas referências e incorporando novas propostas e analise do que realmente o novo luxo representa e como ele modifica a sociedade.

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Bespoke, Luxo sob medida!

Bespoke, ou alfaiataria sob medida, é uma arte quase extinta no mundo de moda, que hoje vive em largas produção em massa. Sair de casa usando um terno único, ajustado exclusivamente em seu corpo por um estilista conceituado, é para poucos. O conceito do bespoke é muito utilizado na Inglaterra e agora este conceito tem tomado as ruas de Nova York, com lojas conceituadas oferencendo o vestuário sob medida.
Vamos listar as três principais marcas que estão oferecendo o conceito de Bespoke em Nova York.

TOM FORD
Desde que abriu a sua loja na Madison Avenue em 2007, o estilista Tom Ford recebeu status de rockstar, após ter ajudado a reerguer a Gucci e desde então tem oferecido o serviço made to measure em grife que leva o seu nome. É só olhar para a janela do segundo andar, para ver os alfaiates trabalhando nos tecidos, cortando e medindo seus clientes. Um dos diferenciais de Tom Ford, é que o conceito do Bespoke é oferecido da cabeça aos pés. A nova linha de calçados sob medida tem 28 tipos de couro e a sessão de medida dura em torno de uma hora.

O calçado fica pronto após três meses, pois eles só chegam nas mãos do cliente até estarem perfeitos. "São sapatos para serem usados pelo resto da vida" afirma Tom Ford em entrevista a uma revista americana. Para ter um par customizado você deverá desembolsar cerca de US$ 4 mil, isso dependendo do material utilizado.

PAUL SMITH
Há 11 anos, o estilista inglês introdução o conceito bespoke em seu atiliê em Londres, que diz ser fã e adepto ao conceito. Recentemente ele levou o conceito para sua loja americana na Greene Street. Apenas quatro vezes por ano, alfaiates contratados por Paul, todos de Saville Row (rua que concentra os melhores alfaiates de Londres), desembarcam na filial do SoHo para vestir os admiradores deste conceito.

Como é uma oportunidade limitada, a agenda dos alfaiates costumam ficar lotadas com meses de antecedência. Além da espera para o atendimento, o terno é feito a mão, num trabalho intenso e minuncioso, e leva de quatro a cinco meses para ser entregue. Porém, você pode acelerar o processo ser fizer uma visita a Londres para uma segunda sessão de ajustes. A marca é caracterizada por suas estampas e cores fortes, permitindo que o cliente crie um ensemble único, estiloso e exclusivo. Ternos bespoke custam entre US$ 4 mil e US$ 5,5 mil, dependendo do tecido selecionado.

TURNBULL & ASSER
Com 120 anos de tradição em bespoke e fornecedor oficial da familia real inglesa. A Turnbull & Asser é praticamente o lorde das casas de camisas da Jermyn Street em Londres, o centro das mais conceituadas alfaiatarias do mundo.

A sua filial americana não decepciona em materia de Bespoke. Um modelo teste é enviado ao cliente, para ser usados durante uma semana, antes da confecção de seis camisas, pedido mínimo para a produção. As camisas de alto padrão ficam prontas em oito semanas e custam entre US$ 350 e US$ 500. Este é o preço que se deve pagar em uma peça com medidas exatasm que torneiam o corpo com precisão.

Os preços podem ser altos e a espera enfadonha, mas os clientes comprovam: o bespoke é o que de melhor você pode ter. 

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

A segmentação no mercado de Luxo

A segmentação do mercado pode ser definida como uma divisão do mercado em subconjuntos homogêneos de clientes (que compartilham desejos, necessidades, caracteristicas ou comportamento semelhantes), conjuntos que podem ser selecionados como mercado-alvo, por meio de um composto de marketing distinto; permite definir ofertas em termos de design, preço, distribuição e serviços, satisfazer seus clientes específicos, canalizar capital e esforços para segmentos potencialmente mais lucrativos. As duas principais categorias de segmentação são:

Identificadoras - definem uma segmento a priori dos consumidores, baseadas em caracteristicas geográficas, demográficas (gênero, idade, renda, estagio de vida, classe social) ou psicográficas (traços de personalidade, estilo de vida e valores).
De resposta - ou segmentação post hoc, que utiliza variáveis de resposta para dividir o mercado com base no comportamento do consumidor. As variavéis de resposta são os benefícios desejados, a situação de uso, a sensibilidade ao composto de marketing e o comportamento de compra.

Algumas variáveis de segmentação baseadas no comportamento dos compradores: papeis exercidos na tomada de decisão, disposição para a compra, beneficios procurados, status do usuario, taxa de uso, ocasiões de compra, nível de lealdade.
Para os autores Allérès e Castarède, a nossa realidade contemporânea caracteriza-se pela coexistência de diferentes níveis de luxo, ou seja, uma categorização do mercado em três níveis.

Luxo Inacessível: é caracterizada pela primeira classe dos bens de luxo, mais caros, raros e seletivos das marcas de prestigio. Geralmente são feitos em pequenas séries, com ditribuição ultra exclusiva e comunicação discreta.
Luxo Intermediário: domínio das primeiras extensões de marca de referência e dos lançamentos feitos por jovens criadores. Também produzidos em série limitada e caracteriscas de bens top de linha. São produtos seletivos, elegantes, símbolo de bom gosto e refinamento, fixados pela identidade da marca. Com comunicação distinta e seletiva, seus clientes buscam qualidade e o prestigio da marca.
Luxo Acessível: produtos que participam do universo do luxo, mas são produzidos em serie, fornece a melhor relação custo-beneficio e qualidade. Muitas vezes são extensões de linhas de marcas de prestigio e atendem a consumidores sensíveis ao conteúdo e aspectos dos produtos. Comunicação e distribuição amplas, apesar de seletivas.

Para que a segmentação dê resultado, é preciso definir claramente o campo do luxo a que pertence cada produto ou serviço e em seguida estabeler uma estratégia de marketing bem adaptada ao segmento, atividade, marca e principalmente ao publico-alvo (definido segundo seu poder de compra, preferência, aspirações, nível e estilo de vida).
Hoje em dias as grandes marcas lançam cada vez mais artigos acessíveis, como perfumes e acessórios, porem, não deixam de investir nos segmentos superiores de mercado. Os produtos top de linha reforçam o savoir-faire, ou seja, a capacidade da empresa, enriquecer a sua reputação. O posicionamento de bens de luxo funciona como uma ferramenta de marketing ultilizadas pelas marcas, pois a repercussão de um produto top de linha ajuda no conjunto de modelos da empresa.
A segmentação de mercado de luxo não se resume apenas em quem pode ou não consumi-lo, pois diferentes níveis socioeconômicos almejam produtos sofisticados e estão dispostas a pagar por eles. E, portanto, algumas empresas agregam conceitos de prestigio a diversos segmentos de produtos, serviços e marcas, pois são esses fatores socioeconômicos que impulsionam a procura por bens de luxo, sendo eles acessíveis, intermediários ou inacessíveis.
O amadurecimento dos mercados tradicionais, a elevação do padrão de vida, a globalização e o enriquecimento de países em desenvolvimento tem levado o luxo à democratização. A industria tradicional do luxo precisa constantemente se equilibrar e reinventar, tendo que, ao mesmo tempo, ampliar seu raio de ação e lançar ofertas ainda mais sofisticas e exclusivistas.  
← Postagens mais recentes Postagens mais antigas → Página inicial