segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Alfa Nero, Luxo em alto mar!

Visto de frente, o Alfa Nero, de 269 pés, lembra um pequeno transatlântico desses que andam desfilando em águas européias. O Alfa Nero não é um iate comum, pois extrapola todos conceitos, o que o torna especial e único. Com quase 300 metros quadrados e com boa parte desse espaço ocupada por uma fabulosa piscina, com seis metros de comprimento por quatro metros de largura, algo insólito em qualquer tipo de barco, mesmo nos grandões que, quando muito, costumam ter nada além de banheiras de hidromassagem.

Construído pelo estaleiro holandês Oceanco, para atender às exigências de um milionário europeu, este motoryacht tem 15 luxuosas cabines, mas foi projetado especialmente para privilegiar a vida ao ar livre. Outra coisa rara em iates, o Alfa Nero não possui deques superpostos. Como espaço é o que não falta, a popa do Alfa tem ainda um bar completo, sofás, espreguiçadeiras, solários e até um piano de cauda bem proximo dela, no salão ligado à piscina por um complexo de portas de vidro. Além de imprescionar pelo tamanho, a piscina chama a atenção porque seu fundo pode ser elevado até a altura do deque, transformando-a assim, quando vazia, em um heliponto ou, mais exótico ainda, numa pista de dança ao ar livre - como o célebre iate Christina, do milionário Aristóteles Onassis. E tem mais uma coisa especial na piscina, dentro você tem uma visão especial do mar, atráves do espelho da popa, que é transparente.

O iate foi projetado pelo italiano Alberto Pinto, um dos mais renomados arquitetos navais do mundo, e oferece acomodação para 12 privilegiados, embora abrigue uma tripulação maior que o dobro disso: 28 pessoas. O requinte interno inclui madeira brasileira em muitos ambientes, um elevador entre os deques e garagem para três barcos de apoio, sendo um deles uma lancha usada para a pratica de ski aquatico. Os motores são dois MTU de 4.683 hp cada, que garantem 18 nós de velocidade e autonomia para 4000 milhas na velocidade de cruzeiro, que é de 14 nós. Nada mau para um iate que tem quase o tamanho de um pequeno transatlântico. Ou, pelo menos, uma popa tão fantastica quanto.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários: